Eu...

Tenho pensado muito no que mudei com o passar dos anos, a pessoa que era e a pessoa que sou.Não posso dizer que sou a mesma .

 

Era muito extrovertida ,sociável, amiga de farras e sempre pronta para a diversão, sempre ansiosa de conhecer novos locais , pessoas, nunca gostei de me sentir presa a nada e a ninguém, liberdade com responsabilidade.

 

Hoje já não sou assim, cada vez me isolo mais, convivo o menos possível com os outros , ás vezes aquela reuniões familiares parecem-me eternas, cada vez tenho menos paciência para os outros , só de lhes ver as caras já me enervo...Sinto-me presa dentro da minha rotina diária e tenho pensado muitas vezes até que se pudesse pegava na casa e mudava para uma cidade ou para um país onde não conhecesse ninguém, onde se começasse do zero, onde pudesse desanuviar as ideias sem ter que esbarrar com pessoas hipócritas e falsas que nos rodeiam , das quais não me consigo afastar  por serem família directa ou por viverem demasiado perto.

 

A idade abriu-me os olhos , mas também revelou o lado mais frio de mim, alterou a minha maneira de me relacionar com os outros,  fiquei menos tolerante o que fez com que me fechasse sempre quando me sentia ferida...Em contrapartida quando nasceu o meu filho tornei-me mais ansiosa, mais cuidadosa,  e ainda mais radical no que diz respeito a ele. Depois da obsessão pela higiene e limpeza à volta do garoto, agora é a obsessão pela segurança dele...

 

Tenho saudades da outra "eu", mais animada, mais de bem com a vida. Alguns dias consigo, outros não...

publicado por Brisa do Mar às 13:21 | favorito
sinto-me: assim assim